20 fevereiro 2009

força nos ombros!

no último post falei de algumas boas idéias vistas no spfw, como a dos botões de cores contrastantes a dos tecidos - que apareceu no desfile da Cori - e a do trabalho de tipos de "mangas duplas" - que foi realizado por diferentes marcas. a primeira modernizando a roupa e a segunda sofisticando.

os botões da Cori e as "mangas duplas" de Lino Villaventura

as "mangas duplas", contudo, podem estar relacionadas a uma tendência que vem surgindo, que é a dos ombros marcados, com volume - efeito que apareceu através de tecidos estruturados ou trabalhados, algumas espécies de recortes, acréscimos de peles (falsas!) ou mesmo ombreiras.

ombros em destaque nos modelos da Colcci, Iódice, mais uma vez, Iódice,
Alexandre Herchcovitch, Priscilla Darolt e Huis Clos

aliás, vocês se lembram delas, das ombreiras?
ou elas ficaram esquecidas junto a um antigo paletó (seu ou dos seus pais)?

o "paletó do namorado" nas passarelas da Huis Clos e da Maria Bonita

pois não é que o "novo paletó", do inverno 2009, lembra aquele? afinal, ele veio grandalhão, comprido, largo, como se fosse de alguém maior - o que o apelidou de "paletó do namorado".

e assim, o que podemos notar é que todos esses recursos (as mangas-duplas, as ombreiras, os grandes tamanhos, etc) estão aumentando os ombros, fazendo-os maiores. será que mais fortes? mais poderosos?

certo é que se trata de uma estética que embora exija um cuidado com as proporções (assunto para abordarmos!), é um frescor no guarda-roupa, não?! você acha que pega?

mais modelos de ombros fortes na Cori e na Huis Clos

13 fevereiro 2009

tendências? ou as boas idéias do spfw?

nos últimos dois posts, aproveitando as companhias de Carmen Miranda e Michelle Obama, comentei um pouco sobre o que é aquilo que é uma tendência ou está na moda e o que é o estilo pessoal. ainda vamos, contudo, tentar esclarecer as diferenças.

a tendência de moda é aquilo que foi trabalhado por muitas marcas e então costuma aparecer nas vitrines. ou seja, é algo que tende a entrar na moda, porque passa a fazer parte do vestuário ofertado por aí. e um exemplo que já dei, de tendência que virou moda, é o da sandália gladiadora. hoje ela está presente em qualquer liquidação de verão e apareceu em canos altos, médios e baixos, com salto e sem salto. além disso, esteve e ainda está presente em muitos editorias de moda e, de modo provável, em pés próximos de você.

a gladiadora também foi usada por Carrie, personagem de
Sara Jessica Parker, no filme Sex and the City (2008).
o modelo era da Dior e tinha saltos altíssimos


vale apontar que embora agora, no verão 2009, a gladiadora está assim, comum, eu me recordo dela ter sido lançada, há alguns anos atrás (na coleção verão 2006!), ao menos pela marca Melissa, num modelo assinado por Glória Coelho. vocês se lembram?

este modelo da Melissa, do verão 2006, teve a assinatura de Glória Coelho

e será que em 2006 a gladiadora já era considerada uma tendência? ou será que até então ela era apenas uma boa idéia, que, por isso, acabou sendo trabalhada por outras grifes até se tornar uma tendência?

logo, parece-me que o que surge primeiro é uma boa idéia, que pode vir a se tornar uma tendência, e, em seguida, ganhar ou não as ruas. e é aí que cada um, ao
identificar uma tendência ou simplesmente ver uma idéia que considere boa, pode se perguntar se aquilo lhe serve, para atualizar o seu modo de vestir, ou não lhe cai bem (questão de estilo!).

vamos, afinal - sem mais delongas! - olhar as boas idéias e as tendências de moda do spfw?

quero começar com uma boa idéia que chamou muito a minha atenção, até porque eu já tinha falado sobre ela no post "especialmente para eles, os joãos". é sobre o uso de botões com cores pouco previsíveis. vejam como esse recurso apareceu bonito no desfile da Cori! uma idéia também fácil (vale como reforma de roupas!), que ajuda a modernizar o look deles e delas.

cores de botões em contraste com os tecidos no desfile da Cori,
inverno 2009

e nessa última foto, à direita, já surgiu uma outra idéia interessante, que é o trabalho de 2 tipos de manga (ou quase manga) na mesma peça. o que vemos ali é que a Cori conjugou manga comprida com pelerine, mas outras grifes também fizeram seus trabalhos de
"mangas duplas".

espécies de "mangas duplas" nos desfiles de Alexandre Herchcovitch,
Glória Coelho, Lino Villaventura e Reinaldo Lourenço


aliás, vocês concordam que elas sofisticam as roupas?

hoje vou parar por aqui e aos poucos, vamos degustar mais idéias e tendências para o próximo inverno.

04 fevereiro 2009

a crise econômica e as tendências de moda

o são paulo fashion week aconteceu na mesma semana da posse do presidente norte-americano Barack Obama, que hoje representa, também pela sua raça - é o primeiro negro, depois de 43 brancos, a se tornar presidente dos Estados Unidos -, uma esperança mundial de mudanças e renovação. aliás, a necessidade dessas torna-se cada dia mais evidente com a crise econômica que assombra a todos desde meados de 2008.

a "esperança Obama" retratada pelo artista Shepard Fairey

e a moda, que é também comportamento, sofre influências desse misto de crise e esperança? afinal, como o consumidor olha os desfiles e vitrines em momentos de recessão?

embora cada um - entre os quais, também os estilistas - pense a crise de acordo com a sua experiência, o que se viu na maioria das passarelas foram roupas de uso fácil e poucas tendências de moda.

e você sabe o que é uma tendência de moda? é aquilo que, de certa forma, aparece "com força", no sentido de que várias marcas trabalham a mesma idéia. quer exemplos de tendências recentes, ainda vistas por aí, nas ruas das cidades? o calçado gladiador, o decote tomara-que-caia - que apesar de ser "um clássico", apareceu até mesmo em simples blusinhas de malha - e
o lenço palestino.

sandália gladiadora, blusa de malha com decote tomara-que-caia
e lenço palestino

o que ocorre é que as tendências orientam o "estar na moda", enquanto a ausência delas exige um exercício de estilo. em outras palavras, as tendências costumam trazer um certo conforto, um comodismo de que ao usá-las, já se está bem vestido. a ironia é que nem sempre isso é verdade, a exemplo de que nem todo mundo fica bem de gladiadora. ou seja, se por um lado a falta de tendências dá um pouco mais de trabalho para quem quer se vestir bem, por outro lado aumenta a liberdade - inclusive de consumo e de não consumo - e até as chances de acerto nas produções, que ficam focadas em cada um.

e é em meio a crise - econômica e de tendências de moda - que Michelle Obama, a primeira-dama norte-americana, tem chamado a atenção, também com o seu estilo. já perceberam?

Michelle Obama tem chamado a atenção de fashionistas
com seus figurinos e combinações


ao observá-la é possível nos perguntar se Michelle vai acabar lançando moda. talvez... e isso importa menos do que a possibilidade dela nos inspirar a buscar o estilo próprio.