28 março 2009

quanto vale um detalhe?

ao admirar, comprar ou mandar fazer uma roupa, você presta atenção nos detalhes? eles têm valor pra você?

os botões são detalhes de uma roupa

uma vez rodei "o" shopping com uma missão precisa: comprar uma camisa branca para acompanhar um belo costume (calça e paletó) preto. foram várias (muitas!) lojas visitadas e a maioria delas tinha um modelo de camisa branca. por que, então, uma camisa branca era tão distinta de outra camisa branca? certamente por causa do tecido (se de algodão, se com elastano...) e do corte (se reto, se acinturado...), mas também devido ao tamanho do punho (mais estreito ou mais largo), o formato da gola, o tipo de botão até o ponto da costura ou a linha usados. isto é, pelos detalhes, que são as partes que compunham a tal camisa branca, tomadas em separado.

detalhes são vários.
aqui, laço e prega macho nas costas de uma saia;
gota e franzido numa blusa de tecido com textura;
mais uma vez, prega macho, agora nas costas
de um paletô de cotelê de algodão


saímos de lá (eu e o futuro dono da camisa) convictos de que a procura e o trabalho de um alfaiate valeriam como uma boa alternativa para o que encontramos: ora um preço muito alto, ora um tecido muito transparente ou uma pence (aquele corte de ajuste) grosseira ou um colarinho apertado. quer dizer, sabíamos que
o valor dos detalhes era uma camisa branca que vestisse bem, mas por um preço justo.

o que quero falar é que as lojas mais caras, em geral, costumam dar atenção aos detalhes e isso tem um valor, de possibilidade de vestir melhor, caindo bonito sobre o corpo. se por um lado, contudo, a idéia é entender que os detalhes têm valor, por outro lado é preciso se perguntar sobre o valor (em dinheiro) dos detalhes. logo, caso você valorize os detalhes, mas não tanto quanto as lojas lhe pedem por eles, restam-lhe algumas alternativas, como pesquisar na concorrência, procurar uma costureira ou um alfaiate, ir a um bom brechó e até pechinchar - por que não?!

os detalhes aparecem em todas as peças do vestuário,
como esses exemplos de cortes, fivela,
textura, nó e nervuras nos sapatos


acontece que hoje em dia, com o mundo globalizado, onde as idéias e informações circulam rapidamente, cada vez importa mais distinguir, de maneira crítica, as ofertas do mercado, do porque de tantas diferenças de valores para peças de aparências tão iguais. de certo modo, importa atentar aos detalhes pois são eles que têm feito diferenças, mesmo que sutis. em outras palavras, são os detalhes, enquanto especificidades de uma roupa ou de uma vestimenta que produzem particularidades e, nesse sentido, que contribuem para um estilo pessoal.

detalhismos:
pregas, aplicação de rendas, paetê, laço, sianinha
e forros nos paletó
s

o meu pai, por exemplo, que é um senhor de idade, aprecia camisas sempre de um mesmo jeito e com o detalhe de um bolso na lateral esquerda. por conta disso, elas são confeccionadas por uma costureira que, de forma habitual, repete o "gosto do freguês", mas criando bolsos muito diversificados.


modelos diferentes ajudam a incrementar o bolso esquerdo
- a marca pessoal de meu pai

assim, embora as camisas do papai sejam, como um todo, bastante particulares - já que feitas para ele - o bolso é sua marca e, de modo curioso, onde também a costureira deixa sua impressão, exercitando sua criação. em outras palavras, o bolso faz parte do estilo do meu pai e pelo jeito ele encontrou nessa costureira um meio de incrementar seu estilo.

as roupas fotografas são criações minhas, exceto as camisas de papai e a camiseta com aplicação de laço, renda e paetê, que é da antiga Boogie Star.

agradeço ao João Batista pelas fotografias dos bolsos de papai, pedidas de última hora.

2 comentários:

  1. Bem, se vc gostou dos bolsos, digo que os escolhi com muito carinho pra que o João tirasse as fotos. Mas faltou vc dizer o nome da costureira. Na verdade, papai nunca determinou como eles deveriam ser, deixando isso por conta da Irene Rezende, a costureira criativa. Bj de sua irmã, Regina

    ResponderExcluir